segunda-feira, outubro 18, 2010

E mesmo que não tenhamos assunto, mesmo que troquemos duas palavras a cada hora. Eu amo estar “perto” de ti em todos os sentidos e todos os dias. Essa conversa me faz um bem que não posso mensurar, tudo que é ruim se desvanece em meio as palavras trocadas.

Isso é amor?

O celular toca e eu penso comigo lá no fundo “podia ser uma mensagem tua”, a esperança só acaba quando constato não ser. Quando acontece ao contrário, e o toque realmente se trata de ti me falando alguma besteira boa, me perco em meus pensamentos. Temo ser um sonho.

Isso é amor?

O receio de te perder e não ter mais essa emoção de todos os dias me deixa apreensiva. Chego até a querer adiar um possível segundo encontro por achar que melhor não ficará! Medo, eu tenho medo de perder esse sorriso que hoje insiste em não deixar meus lábios, que me deixa mais serena e madura, que me deixa mais paciente – o que estou aprendendo com você.

Isso é amor?

Pode ser, pode não ser. Concluirei que se trata de um sentimento bom no qual eu quero desfrutar por muito, muito mais tempo!
Serei clichê: nada faz diferença agora, além de você...



Um comentário:

  1. awwwn, que lindo *-*

    sinto saudades de me sentir assim ASHDUSAHD

    ResponderExcluir